Sem sugestões de pesquisa. Aperte TAB para acessar os mais buscados

Business plan: como estruturar para a realidade da sua empresa?

17/06/2021 - 6 min de leitura


Fundo laranja com um tablet uma folha e uma mao apontando para alguns dados Fundo laranja com um tablet uma folha e uma mao apontando para alguns dados

Fundo laranja com um tablet uma folha e uma mao apontando para alguns dados

Business plan: como estruturar para a realidade da sua empresa?

O business plan, também chamado de plano de negócios, é um documento fundamental para qualquer empresa, inclusive no caso dos pequenos e médios empreendimentos. Ele descreve, de modo claro e transparente, os objetivos da organização — bem como as formas de conquistá-los.

Assim, você que é PJ vai poder entender com mais facilidade a relevância da solução que escolheu oferecer ou ampliar aos seus clientes. Ou seja, vai conseguir visualizar seu valor agregado e outras informações sobre o seu negócio.

Essa prática serve para minimizar as incertezas e riscos. Ao aprender a estruturar o business plan de forma realista e estratégica, fica mais simples conquistar resultados sólidos. Como? Neste conteúdo você vai aprender a elaborar o plano de negócio, fazer sua estruturação, identificar informações que devem ser utilizadas como base, evitar os erros mais comuns e construir um plano estratégico, desafiador e realista.

Por que elaborar o plano de negócio?

Antes de dar os primeiros passos na construção do documento, é recomendado compreender sua importância. De modo geral, o business plan avalia a viabilidade da ideia. Isto é, o quão relevante ela será para o público em questão. Sem dúvidas, uma das principais palavras no universo corporativo atual é a relevância. Isso porque diversos negócios surgem diariamente, levando diferentes propostas aos consumidores.

Certamente, nem todos sobrevivem. Em um cenário agravado pela pandemia, mais de 600 mil pequenas empresas fecharam as portas somente no início de 2020. Ainda que o período vivido esteja desafiador para diversos empreendedores, é possível encontrar formas de se manter importante. 

Como estruturar o plano de negócio?

Para criar o documento é preciso conhecer as características do business plan. Basicamente, elas tratam de diversas frentes do empreendimento, como clientes, fornecedores, concorrentes, produtos e serviços. Nessa hora, dar os primeiros passos é simples:

  • estude o segmento de mercado, a concorrência e os fornecedores;
  • elabore planos de marketing, operacionais e financeiros;
  • avalie os riscos gerais do negócio – financeiros e estratégicos;
  • formule a estratégia inicial — analisando forças, fraquezas, oportunidades e ameaças;
  • monte um sumário, que forneça uma visão objetiva do seu negócio.

Com essas informações em mãos, será muito mais simples visualizar a viabilidade da ideia ou da ampliação do negócio. Você pode se beneficiar ainda mais ao conferir alguns manuais que explicam as melhores formas de passar por cada uma dessas fases sem complicações. Como o manual do Sebrae, por exemplo.

Quais informações devem ser utilizadas como base?

Além da relevância, existem outras palavras-chave no sucesso de uma empresa na atualidade. Três delas são: valores, posicionamento e imagem. Esses conceitos caminham juntos e levam ao público uma visão clara do impacto da organização no mercado.

Dito isso, algumas das bases que podem ser usadas para fazer um business plan incluem:

  • propósito do empreendimento;
  • história;
  • missão, visão e valores;
  • contribuições (ou previsões) com a sociedade e o meio ambiente, entre outros fatores.

Entender cada um desses pontos ajuda a construir uma ideia que está alinhada ao mercado atual. Isso porque os consumidores estão em busca de mais do que produtos de qualidade. Eles desejam se identificar com as marcas que consomem — e esses são alguns dos quesitos que avaliam ao decidir apostar ou não em um negócio.

Como elaborar as metas e objetivos no business plan?

Após compreender o que é o plano de negócio e formular o documento, é importante usá-lo na hora de delimitar metas e objetivos. Afinal, com o comportamento do consumidor em constante mudança, empresas que não se preparam previamente para atender suas demandas podem ficar para trás.

Nesse momento, o próprio plano de negócios pode ser um guia. Isso porque ele traz informações preciosas para que o empreendedor tenha uma visão geral da ideia. Assim, é possível traçar caminhos alinhados à missão, visão e valores da companhia enquanto atende às previsões de demanda por parte do público.

Quais os maiores erros na construção do plano de negócio?

Existem empreendedores que acreditam que seguir o passo a passo é suficiente para a criação de um documento completo.

Contudo, além de acatar as sugestões, é necessário ter uma visão estratégica, que mitigue riscos e incertezas. Assim, também é essencial evitar erros que impedem o business plan de ser o norte ideal para os primeiros passos da PME. São eles:

  • não ter um modelo de negócio definido;
  • deixar a visão realista de lado;
  • ignorar a necessidade de apostar em dados;
  • descuidar do uso da tecnologia;
  • não focar na oferta de valor;
  • não fazer uma boa e constante análise de mercado;
  • deixar de avaliar tendências;
  • ser pouco detalhista, entre outros.

Basicamente, o negócio deve estar alinhado ao que a era digital espera: uma entrega de soluções ágeis, personalizadas para as necessidades do público (o que pede pela implementação de uma cultura organizacional focada em dados) e que acompanha as tendências. Sem evitar os cuidados acima, não será simples alcançar os resultados esperados.

Como montar um plano de negócio estratégico, desafiador e realista?

Por fim, é necessário pensar de forma disruptiva, ou seja, fora do que é padrão hoje. Isso porque é impossível negar que o mercado está bastante competitivo em alguns nichos. Sem encontrar formas estratégicas de se destacar, o caminho do sucesso e do crescimento saudável da organização poderá ser um pouco mais complicado. Nessa hora, o mantra é: há espaço para todos, desde que tenham diferenciais.

Dito isso, uma das melhores coisas a se fazer ao buscar pela inovação é encarar o mercado com realismo e se preparar para os desafios. Portanto, significa tratar o próprio empreendimento como se fosse um concorrente, buscando se superar a cada dia.

O business plan é um documento muito importante na avaliação do quão viável é uma ideia. De forma a entender esse ponto, é essencial estudar o mercado, conhecer o valor e a relevância da solução para o público e estruturar as estratégias de todas as frentes envolvidas na empresa com atenção. Siga as dicas deste conteúdo e monte seu plano de negócios sem dificuldades!

Se você gostou deste artigo, não deixe essas informações pararem por aqui. Compartilhe-o em suas redes sociais e ajude outras pequenas e médias empresas a prosperar, em especial em um momento desafiador quanto o que estamos vivendo!